noticias - 2 -
Horário de
Atendimento
Seg. a Sex.
8:00 às 18:00h
O Nosso
Telefone
217 578 536

Anti-envelhecimento traz Especialistas

Doenças serão controladas com tratamentos adequados à predisposição genética de cada indivíduo

Conhecida como a medicina do futuro, a medicina anti-envelhecimento vai ser o tema de debate do “Primeiro Congresso Ibérico Anual sobre Medicina Anti-Envelhecimento e Tecnologias Biomédicas”, que se realiza de 29 a 31 de Maio, no Hotel Cascais Miragem, no Estoril.

Este tipo de medicina foi concebido para retardar o envelhecimento humano, através da prevenção de doenças de maior mortalidade e morbilidade relacionadas com a idade, tais como as doenças neurológicas, oncológicas e cardiovasculares. Promove também a melhoria da qualidade de vida com vista a um maior rendimento físico, hormonal e intelectual, ao envolver a optimização da nutrição, prática correcta e personalizada de exercício físico e tratamentos estéticos.

Um dos temas em destaque será a terapia genética para o controlo das hormonas na mulher durante o seu envelhecimento, bem como na prevenção de doenças como o cancro e complicações cardiovasculares. O tema será apresentado de forma inédita neste congresso. Alicia Stanton, especialista médica norte-americana irá expor qual a mutação hormonal que existe à medida que a mulher vai envelhecendo.

A solução que Alicia Stanton apresenta para este problema, que se verifica sobretudo durante o período da menopausa, chama-se “Terapia de Substituição Hormonal Bioidêntica”, baseada na administração de hormonas doseadas individualmente, de acordo com o perfil genético de cada indivíduo. Esta solução já é uma realidade em países americanos e europeus, como a Alemanha. O tema será também transformado num curso certificado de pré-congresso, a decorrer no dia 28 de Maio durante todo o dia.

No dia seguinte à apresentação de Alicia Stanton, é a vez de Manuel Bicho, especialista médico nacional e professor no Hospital de Santa Maria, explicar como pode contribuir a terapia genética no controlo do cancro e de doenças cardiovasculares na mulher. Também neste âmbito se trata de terapias personalizadas, de acordo com a predisposição genética de cada indivíduo para determinada doença.

Os temas integram-se no congresso organizado pela A4M Ibéria, (a Federação Ibérica da World Academy of Anti-Aging Medicine), o primeiro do género na Europa, que tem como objectivo geral criar mais conhecimento sobre medicina anti-envelhecimento, sensibilizando também a população para a importância da medicina preventiva.

Além da presença estimada de 600 a 700 participantes por cada dia do congresso, estarão presentes mais de 65 cientistas e médicos mundialmente conhecidos e de diferentes especialidades médicas, que irão apresentar os resultados das suas últimas pesquisas.

Fonte: SAPO SAÚDE

design binário