pagina - 130 -
Horário de
Atendimento
Seg. a Sex.
8:00 às 18:00h
O Nosso
Telefone
217 578 536

Segurança Alimentar

     
 

A higiene e segurança alimentar é hoje em dia um requisito essencial, vital e legal. Torna-se imperativo nos dias de hoje a implementação de sistemas de higiene e segurança alimentar que garantam a segurança e a salubridade dos alimentos em toda a cadeia alimentar, desde a produção primária até ao consumidor final.

Todas as empresas do sector alimentar onde se processe a produção, transformação e distribuição de géneros alimentícios encontram-se legalmente sujeitas a este controlo alimentar. Os regulamentos da Comunidade Europeia nºs 852 e 853, de 29 de Abril de 2004, transpostos para a legislação nacional pelo Decreto-Lei 113, de 12 de Junho de 2006, obrigam à implementação dos princípios do sistema HACCP (Análise dos Perigos e Controlo dos Pontos Críticos).

O Sistema HACCP constitui uma abordagem sistemática direccionada para perigos biológicos, químicos e físicos, em vez de inspecção e testes a produtos finais. É um sistema de carácter preventivo através do qual, pela identificação de potenciais perigos, são estabelecidas medidas preventivas que possibilitem reduzir a probabilidade de ocorrências que possam pôr em causa a segurança dos produtos e dos consumidores.

A Futuremed tem ao seu dispor profissionais com qualificação adequada para a prestação de um serviço rigoroso no âmbito da Higiene e Segurança Alimentar, de modo a garantir o cumprimento da legislação em vigor e a diminuição do risco de ocorrência de doenças derivadas dos alimentos.

De forma a auxiliar as empresas no cumprimento destas obrigações a Futuremed proporciona uma alargada gama de serviços, tais como:

      • Auditorias de avaliação das condições higio-sanitárias e técnico-funcionais dos
        estabelecimentos, de acordo com a legislação em vigor;
      • Definição da política de segurança alimentar da empresa e elaboração do código de boas
        práticas de Higiene;
      • Definição de planos de trabalho com vista à implementação dos Pré – Requisitos do Sistema:
        Elaboração de planos de higiene, Controlo das temperaturas, Controlo de pragas, Controlo de
        fornecedores, Controlo da água, Acções de Formação em Higiene e Segurança Alimentar…;
      • Implementação do sistema HACCP, conforme legalmente estipulado, e elaboração da
        respectiva documentação de controlo, tendo em conta as várias etapas de implementação do
        mesmo:
            a) Análise dos Perigos e definição de medidas preventivas;
            b) Identificação dos Pontos Críticos de Controlo (PCC) dos processos:
            c) Determinação dos limites de controlo para cada PCC;
            d) Estabelecimento de procedimentos de monitorização do sistema;
            e) Estabelecimentos de procedimentos de verificação como sejam a colheita periódica de
                amostras para análise microbiológica, em laboratório certificado, e a emissão 
                dos respectivos pareceres técnicos.

O processo de implementação de um sistema de segurança alimentar é um processo complexo e moroso, o que implica o cumprimento de rigorosos esquemas de trabalho, que determinam o seu sucesso. Com esse fim são realizadas auditorias periódicas de implementação e acompanhamento do sistema HACCP, sempre acompanhadas de relatórios técnicos com referência às respectivas oportunidades de melhoria.




 
design binário